>Marketing Zen


>

INDICE

1. Reconhecimento de um contexto emergente de uma nova atitude “ZEN” na sociedade Portuguesa?

2. Que oportunidades identificam nesta novo contexto?

3. Como reconhecer a credibilidade das novas Ciências /Terapias /Práticas, emergentes?

4. O grande pavor dos gestores é errar. Como podem os Gestores de MKT recorrer a novas técnicas “Alternativas” até hoje não muito difundidas e /ou assumidas no meio empresarial para minimizar o risco nas decisões empresariais? Por exemplo no âmbito do MKT no lançamento de novas Marcas / Produtos?

5. Sendo o Activo Humano o maior activo das empresas, o Recrutamento e Selecção de pessoal, bem como a optimização e dinamismo das equipas, são cruciais para a consequente produtividade das mesmas. Como podem os gestores recorrer às novas técnicas “Alternativas” para a optimização da Gestão dos Recursos Humanos?

6. Como devem os Gestores de MKT enfrentar os novos desafios nos actuais e futuros Cenários de mercado.


1 –

Nunca a Pirâmide de Maslow teve um papel tão de relevo na identificação e procura da posição de topo – auto realização – como no Sec. XXI. De facto, temos vindo a presenciar a nível mundial e, principalmente, a nível local e nacional uma crescente preocupação com o voltar ás raizes, ao conforto, á sensação de segurança, ao lugar ao sol, a um momento ZEN. E curiosamente, ou não, é igualmente em momentos de crise, como aquele em que vivemos agora, que a cultura do BEM ESTAR e do slogan «corpo são em mente sã» se unem numa harmonia simbiótica que não deixa ninguém indiferente.

O colectivo deu igualmente lugar ao singular, numa procura de longevidade com qualidade de vida. E quando a crise, não só monetária mas tb de valores morais e sociais, chega a um ponto de não retorno, vemo-nos a buscar o passado por «guidance», por uma luz ao fim do túnel. E o marketeer tem que estar atento a estas movimentações, por muito subtis que possam ter sido inicialmente. Cedo reparamos que, alguns, se poderão virar, em situação de pânico ou mesmo desespero, para a religião, mas a maioria cosmopolita, baptizada mas não praticante, mais facilmente volta a cabeça para as medicinas alternativas, para o lado ZEN da vida, para a procura de paz interna, a fim de ganhar alento para sobreviver a mais um dia na selva de asfalto.

2 –

Este novo contexto cria uma miríade de novas oportunidades para o marketeer atento. Não é portanto de estranhar termos visto o nascimento e crescimento de SPA’s – áreas de relaxamento muito sui generis – ; a procura crescente por um Quiroprático ; deixámos de negligenciar o nosso MAPA ASTRAL; gostamos de viver e trabalhar em ambiente FENG SHUI e a incansável motivação ganha para melhor entender os cheiros e sons do Oriente, como meio de alcançar o nosso próprio Nirvana.

Quer a nível individual , quer a nível empresarial, nunca o revivalismo foi tão notório e importante.

O mergulhar no passado, quando as nossas memórias eram verdejantes, frescas e a nossa idade da inocência ou pelo menos da ausência de responsabilidade e problemas de maior, nos faziam tirar um maior partido da vida, é uma constante dos tempos modernos. A isso não é alheio o Marketing com a (re)criação de antigos modelos automóveis ; a volta do gira-discos e do amplificador a válvulas ; a sobrevalorização do vinil; as roupas «retro»; as cores mais vivas e menos cinzentas; o reavivar da memória com produtos como o Skip, o Omo, a Pasta Medicinal Couto, a barra azul e branca de sabão e os chocolates Regina, só para citar alguns exemplos.

Do mesmo modo que inconscientemente nos colocamos em posição fetal quando dormimos, tb agora , em época de (re)valorização emocional e procura de auto-realização e momentos ZEN, o marketeer é o que tem que tirar mais partido de essa situação, e oferecer ao público aquilo que ele pretende.

3 –

Como em todos os mercados, e os emergentes não são excepção, o público será o «ultimate» juiz de quais as melhores opções e quais os que tem pernas para andar e BP’s, MP’s e PL’s a vermelho serão «self explanatory» do seu futuro sombrio.

No entanto, já existem no mercado profissionais de elevado gabarito e com provas dadas, na competitiva e apetecida área ZEN. Um dos bons exemplos é a escolha dos «4 magnificos» que nos foram apresentados no Workshop, que nos deram momentos agradáveis de reflexão e nos abriram a mente para as potencialidades das suas áreas de actuação.José Polónia , Vera Faria Leal, Alexandre Gama e Ingrid Ortelbach foram excepcionais nos seus ramos e extremamente profissionais e humildes para nos dar um vislumbre das áreas que dominam e que fazem o seu dia-a-dia laboral.

Será sempre de bom tom fazer pesquisa bibliográfica e Netgráfica sobre os temas que procuramos e as novas ciências sobre as quais gostariamos de experimentar, aliando esse pormenor ao exame do CV dos seus profissionais e, inclusivé, o parecer de amigos e amigas que já tenham experienciado. Desse modo, poderemos, numa fase inicial, separar o trigo do joio. Para quem nao deseja ter esse trabalho, poderá optar por inúmeros parceiros das novas «boxes» de entretenimento instantâneo, como «A vida é Bela» , «Smartbox», «Lifecooler» , etc, com um nunca acabar de opções ZEN á sua disposição.


4 –

Como presenciámos na conversa com Vera Leal e Alexandre Gama, em específico, são já algumas as empresas – e não só as de porte elevado –que procuram novas soluções para antigos problemas empresariais. È certo e sabido que nenhum gestor que se preze deseja errar. Muito menos quando está em jogo milhões de Euros. Nesse contexto, algumas já viraram o seu azimute de marketing para o FENG SHUI e para os Astros / Mapa ASTRAL. Se esses dois lados de uma mesma moeda ancestral pode ajudar a melhorar a vida de um indivíduo, tb o poderá fazer em ambiente laboral. Saber qual o melhor dia para lançar um produto; saber qual o melhor dia para constituir uma empresa ; saber qual o melhor dia para uma determinada reunião importante, tendo por base os mapas astrais de todos os intervenientes não é uma cabala. È uma realidade positiva que está ao nosso alcance e que teremos que a saber dosear e usar do melhor modo. As antigas sabedorias não anulam as novas – apenas as revitalizam e reformulam. O marketeer tem que, em suma, manter uma atitude aberta para as novas oportunidades e saber usar os novos «trends» a seu favor.

5 –

É especialmente nos Recursos Humanos e na sua optimização que podemos usar, de modo concludente, o FENG SHUI. Se o ambiente de trabalho estiver de acordo com as expectativas , motivações e humores de cada um, todos trabalham melhor, rendem mais e a empresa agradece. Nesse sentido, é muito mas muito importante não negligenciar o espaço envolvente e o gestor / marketeer tem que estar atento á desmovitação inerente ao ser humano e tentar prevenir, mais do que remediar.

A identificação ou mesmo criação de um MAPA ASTRAL de todos os empregados ou ainda candidatos ao emprego, pode e deve ser uma mais-valia para as empresas reconhecer qual o melhor papel que esse candidato pode ter na empresa e onde poderá ser mais útil, envolvendo todos na gestão humana e de recursos humanos para o bem comum da empresa.


6 –

O Gestor / Marketeer não pode dar-se ao luxo de ser autista empresarial. Não pode colocar a cabeça na areia, como a avestruz, e esperar que a crise passe e o deixe incólume. O bom gestor, o Marketeer do futuro é aquele que, não só identifica os problemas e as oportunidades numa atitude de prevenção, como também tem a mentalidade aberta para todas as áreas ou ciências que possam vir a ser úteis no seu negócio, nos seus recursos humanos.

Entender o mercado e o seu público-alvo – e as necessidades do mesmo – é vital para fazer um bom Gestor / Marketteer. As ferramentas de marketing existem. Estão comprovadas. Resta fazer o seu uso e a sua análise com uma mente universal, receptiva e ampla, a fim de melhor poder- hoje – criar os alicerces para o futuro que é já AMANHÂ!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: